REDES SOCIAIS  

Notícias

Agente da Polícia Federal, 2015, Luiz Condino.

Agente da Polícia Federal, 2015, Luiz Condino.

14-03-17 | Depoimentos | admin |

“No começo, para estudar e criar a rotina, é sempre difícil, mas como queria muito passar nesse concurso, não desisti. Quando estava desmotivado assistia vídeos motivacionais no youtube”

Depoimento de um jovem PF 

Fala ae futuros PFs. É com imenso prazer que dou meu depoimento sobre como foi meu trajeto até a “aprovação” (ainda tem a ANP) no concurso de APF 2014.

Tenho 23 anos, e a vontade de tornar-me Agente da Polícia Federal começou quando tinha 17 anos. Comecei a procurar mais informações sobre a profissão, blogs na internet, e a pensar em realmente buscar isso pra minha vida.

Com 21 anos, no último ano da faculdade (fiz administração), decidi que iria estudar para o concurso deAPF. Larguei meu estágio e fiquei apenas estudando para o concurso e para as matérias da faculdade, pois ainda tinha que me formar. Não tinha noção nenhuma de direito e de outras matérias que caíam no concurso, então me matriculei em um curso preparatório. Fiz seis meses de cursinho no Damásio, em São Paulo, e depois mais seis meses no Alfa online.Esses cursinhos foram bons para me dar uma base e ter material para estudar, pois depois de formado fiquei mais um ano estudando, aí apenas lendo apostilas, em casa.

Nesse ano que fiquei apenas estudando em casa, fiquei sabendo de um grupo de estudos chamado “Missão Papa Fox”. Não tenho dúvidas de que ele foi a ferramenta principal na minha aprovação. Com simulados e várias discussões sobre questões, meus estudos se desenvolveram muito. Utilizava bastante o site “questões de concursos” também, que recomendo sem dúvidas.

No começo, para estudar e criar a rotina, é sempre difícil, mas como queria muito passar nesse concurso, não desisti. Quando estava desmotivado assistia vídeos motivacionais no youtube (em inglês tem vários bons), o que me ajudou muito, pois dava um “gás” nas horas do desânimo.Muita gente não entendia porque estudava tanto e me criticava (quando acabei a faculdade, estudava em torno de 10h30min de segunda a sexta e umas 4h de sábado a domingo), e você pode ter certeza que isso vai te acontecer; o importante é não ligar e manter o foco nos estudos, pois você pode ter certeza, que quando olhar seu nome na lista dos aprovados, verá que tudo valeu a pena. É uma sensação muito boa olhar para trás e ver que superou todos os obstáculos e atingiu aquilo que queria.

Bem gente, acho que é isso. Fazendo um resumo de tudo que disse, faça parte de um grupo de estudos, resolva muitos exercícios, senta a bunda na cadeira e estuda, faça exercícios físicos (eu gastava 1h por dia mais ou menos com exercício físico, pois precisava pro TAF, e também me ajudava a desestressar) e tenha muita fé em Deus; esse é o segredo. Não vai ser fácil, mas não é impossível, e a recompensa é muito gratificante.

Às vezes ficava preocupado em não passar no concurso e coisas desse tipo. O que me ajudava a acalmar era saber que quando ia dormir, sabia que naquele dia fiz o máximo que pude. Não fiquem preocupados com o próximo dia, preocupem-se com o hoje. Tem uma frase do Lauro Trevisan que gosto muito e a transcrevo aqui: “Nada há de incerto no futuro. Ele é a reposta do presente”.

Boa sorte a todos! Tenham muita fé e determinação, que vai dar certo.

Abraço, Luiz Condino

Compartilhe nas Redes