REDES SOCIAIS  

Notícias

Gustavo, aprovado PRF 2019.

Gustavo, aprovado PRF 2019.

13-05-20 | Depoimentos | admin |

Era treinador pessoal (personal trainer). Sempre admirei as carreiras policiais antes mesmo de começar a estudar. Primeiramente, em 2016, me matriculei em um curso pra PM do meu estado de origem, e infelizmente (ou felizmente) fui apenas a um único dia de aula, pois aquela turma não continuaria devido à pequena quantidade de alunos. Um (1) ano depois, eu e minha esposa decidimos nos matricular em um cursinho para as turmas PF+PRF e a partir dai começamos nossa história.

Aprendemos a estudar durante esses 8 meses de cursinho e depois fomos pra casa, montar o nosso escritório exclusivamente de estudos. Desde o começo fizemos parte dos simulados do MISSÃO. Começamos lá debaixo, e consequentemente, com o passar do tempo e o aprimoramento nos métodos de estudos, aumentávamos gradualmente nossa nota.

Estudávamos, sempre, mais de 10 horas diárias (nunca menos) de segunda a sábado, e domingo simulado. Trabalhava todos os dias de 5:30 as 7:00 e das 23:00 a 00:00, o restante do tempo, dedicado exclusivamente aos estudos.

Estávamos preparados pra não passar no nosso primeiro teste (editais PF, e em seguida, PRF), pois na nossa cabeça, tínhamos “pouco” tempo de estudo, comparando estatisticamente com a maioria dos aprovados em concurso de nível federal.

Deus foi bom o tempo todo com a gente, principalmente comigo, pois, diferentemente do que treinei nos meus simulados durante todo esse tempo, qual matéria começar primeiro, qual deixar por último, fazer ou não fazer redação no final, quantas questões em média deixar em branco; fiz tudo o que não tinha treinado na hora da prova (comecei por redação, que nunca tinha começado em simulado, 30 questões em branco oficialmente, que no simulado não passava de 8).

Deus foi bom o tempo TODO! Gabarito preliminar e muito longe das vagas; e minha esposa dentro; independente do resultado, qualquer um de nós entrando, seria sonho realizado; a vitória de 1 era a vitória de outro. Gabarito oficial, as exatas 7 questões revertidas no recurso, o mínimo necessário pra entrar nas vagas! Tô dentro! Inacreditável.  

Quando perguntamos por que Deus nos prova ou permite que sejamos testados, estamos admitindo que o teste, de fato, vem dele.

Curso de Formação iniciado, com 1 mês de curso, por uma fatalidade, quebrei o pé. Na hora, não pensamos em como vamos tratar a lesão em si, porque saberia que não iria ter tempo, pensamos no que deveria ser feito pra terminar o curso. Teria que reverter a recomendação de desligamento. Lesão no sábado, primeira prova de AMT (armamento e tiro) na segunda. Pé engessado, sem condições de fazer o que era exigido, a alternativa foi comprar uma bota ortopédica; tirar o pé do gesso e fazer o que tinha que ser feito, e foi feito (Deus é bom o tempo todo). Cercado dos melhores profissionais, colegas e principalmente nosso canga, fui levado e me levei até o fim.  Três (3) vezes na semana, tínhamos aula de condução veicular; não podia ter falta; chegava mais cedo pra ser feito uma tala com o finalidade de deixar o pé imobilizado de modo que coubesse no coturno;  Deus colocou as pessoas certas no caminho. Cheguei até o fim; Com a benção de Deus!

Hoje, feliz no novo estado e muito mais com a instituição e o trabalho.

Então, o que quero dizer é que, também já tive fracassos em vários campos, já errei muito tentando, o que é normal; frequentemente somos testados por Deus, e o que vai definir a nossa vitória, é o modo como nos comportamos diante do fracasso, da incerteza.

Em algum momento, tudo vai ficar RUIM antes de melhorar; são os piores dias que te fazem crescer.

Persistência, do outro lado do muro a vitória te espera.

AVANTE GUERREIROS!

Compartilhe nas Redes

Whatsapp